Edição Namorados – Release 03

CONSULTORA DÁ DICAS DE CONSUMO INTELIGENTE; INVERNO RESPONDE POR 25% DA RECEITA DO MERCADO

  • Oportunidade de boas compras, a Feira do Circuito das Malhas ocorre entre os dias 9 e 18 de junho no Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo do Campo
  • Chegada do período mais frio do ano possibilita o aquecimento nas vendas e o acesso dos consumidores às novas coleções na Feira do Circuito das Malhas
  • Edição Namorados da Feira do Circuito das Malhas, em São Bernardo do Campo, reúne coleções de cerca de 90 marcas fabricantes

Junho de 2017 –  O inverno está chegando e cada vez mais é preciso pensar em um consumo inteligente e adquirir peças para combinações que durem por anos, agregando beleza, versatilidade e qualidade. Em tempos de economia em baixa, então, essa postura é fundamental para quem busca controlar os gastos. Segundo estudo do IEMI Inteligência de Mercado, o varejo de vestuário e calçados movimenta em média R$ 180 bilhões anualmente. A participação dos artigos de inverno é de R$ 45 bilhões e o trimestre junho, julho e agosto representa 25% dessa receita.

Trocando em miúdos, o período mais frio do ano possibilita o aquecimento nas vendas e o acesso dos consumidores às novas coleções. Segundo Raquel Sodré, consultora de moda e cool hunter da Feira Circuito das Malhas 2017, que começa no dia 9 e segue até 18 de junho no Pavilhão Vera Cruz, em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, comprar peças que encaixem em diferentes estações, como a saia midi, coletes ou cacharrel sem mangas, por exemplo, permitem composições com ousadia para o ano inteiro.

Segundo a cool hunter, a saia midi pode ser utilizada com botas e jaquetas de couro durante o inverno, ou com uma camiseta branca e rasteirinha em dias mais quentes. O acessório, diz ela, também é um aliado para distinguir o uso de looks quase iguais, mas em diferentes ocasiões. “Dessa forma, podemos enxergar o colete como um acessório atemporal, que pode ser utilizado com peças mais grossas por dentro, ou em composições de verão”, afirma.

Além disso, diz Raquel Sodré, peças essenciais para o guarda-roupa podem ser renovadas anualmente, devido a sua frequência de uso. “Essas peças poderão ser encontradas em grande variedade na feira, como a cacharrel sem manga ou a blusa ‘segunda pele’, ou ainda um casaco estilo Chanel que pode ser usado o ano inteiro, principalmente para quem trabalha em ambientes com ar-condicionado. Estar antenada às tendências é essencial para ter como base novas combinações, entretanto, seguir o gosto pessoal e encontrar peças que se encaixem à sua rotina é o mais importante para o nosso bem-estar”, argumenta a consultora.

Peças na Feira do Circuito das Malhas – A Feira do Circuito das Malhas, Edição Namorados, reúne coleções de cerca de 90 marcas fabricantes de moda feminina, masculina e infantil oriundas dos principais polos como Monte Sião, conhecida como a Capital Nacional do Tricô, e Jacutinga, reduto da moda fashion mineira. Há ainda expositores de Serra Negra e Águas de Lindóia, cidades do interior de São Paulo que também são referências no setor de malhas. Os produtos de lã e de couro, como os tradicionais casacos e jaquetas, por sua vez, serão apresentados por fabricantes da Serra Gaúcha e do Paraná, polos da moda da região Sul do país, que trazem para São Paulo as novas tendências do setor, elaboradas por estilistas e consultores de moda.

De acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil (ABIT), após dois anos de recessão (2015 e 2016), a indústria têxtil e de confecção aponta para recuperação em 2017. O faturamento do setor foi de R$ 129 bilhões (US$ 37 bilhões) em 2016, valor 1,5% menor que o de 2015 (R$ 131 bilhões ou US$ 39,3 bilhões). A perspectiva é de que o faturamento neste ano seja de R$ 135 bilhões (US$ 40,2 bilhões). Aumento de 4,6% no setor têxtil e o varejo de vestuário deverá crescer 2% – ambos comparados a 2016.

SERVIÇO 
FEIRA DO CIRCUITO DAS MALHAS – Edição Namorados
De 9 a 18 de junho
Endereço: Pavilhão Vera Cruz
Avenida Lucas Nogueira Garcez, 756 – Centro, São Bernardo do Campo
Horário: De segunda à sexta-feira: das 14h às 21h
Sábados, domingos e feriados:  das 12h às 21h
Entrada: franca
Estacionamento gratuito no local
Espaço reservado para alimentação no local
Pagamento: à vista, em dinheiro, cheque ou cartões de débito e crédito; parcelado, cheque ou cartões de crédito Visa e Mastercard

 

Assessoria de Imprensa da Feira do Circuito das Malhas
Core Group (
www.coregroup.com.br)
Karina Spedanieri (karina@coregroup.com.br) – Tel. (11) 2832-5501
Sandra Takata (sandra@coregroup.com.br) – Tel. (11) 2832-5507
Helder Horikawa (helder@coregroup.com.br) – Tel. (11) 2832-5511