Consumo inteligente sem sair da moda: na Feira do Circuito das Malhas é possível

Com atitudes simples é possível montar looks caprichados sem abrir mão da consciência socioambiental e reaproveitar peças para criar novas composições, independente da estação, como explica a Cool Hunter da Feira do Circuito das Malhas, Raquel Sodré.
29
jun

Consumo inteligente sem sair da moda: na Feira do Circuito das Malhas é possível

Quem gosta de moda geralmente é tachado de consumista e ecologicamente incorreto. Afinal, para se manter antenado com todas as tendências, é necessário atualizar constantemente o guarda-roupas, certo? Errado.

Com atitudes simples é possível montar looks caprichados sem abrir mão da consciência socioambiental e reaproveitar peças para criar novas composições, independente da estação, como explica a Cool Hunter da Feira do Circuito das Malhas, Raquel Sodré. De acordo com a consultora, peças curinga – aquelas que cabem em diversas ocasiões e nunca saem de moda – podem ser usadas o ano inteiro.

“Comprar peças que encaixem em diferentes estações, como a saia midi ou coletes, por exemplo, permitem composições com ousadia para o ano inteiro. Mas, ao mesmo tempo, peças essenciais para o guarda-roupa podem ser renovadas anualmente, devido a sua frequência de uso, como a cacharrel ou a blusa “segunda pele”, disse.

Ainda seguindo o conceito de reutilizar peças, a Feira do Circuito das Malhas traz o Estande da Solidariedade, um posto de coleta de agasalhos em bom estado de conservação, que serão, posteriormente, distribuídos para famílias carentes assistidas por entidades filantrópicas.

A Feira do Circuito das Malhas retorna de 7 a 16 de julho à Avenida Paulista, no Centro de Eventos São Luís, em São Paulo (Metrô Consolação), todos os dias, das 12h às 21h. Não perca!